Presidente da CNI diz que Brasil precisa adotar medidas duras para voltar a crescer